Notícias

Empresas e profissionais ignoram os benefícios da acessibilidade digital

Nesta quinta-feira, 16 de maio, é celebrado o Dia Mundial da Conscientização sobre Acessibilidade. O #blogVencerLimites conversou com executivos, arquitetos, designers, especialistas em tecnologia assistiva e na experiência dos usuários com deficiência na web para fazer um desenho do cenário atual. Apesar de fundamental para garantir autonomia a pessoas com deficiência na internet, a acessibilidade digital ainda é desconhecida e pouco priorizada, o que gera uma exclusão tão cruel quanto a falta de acessibilidade no mundo físico.

 

Luiz Alexandre Souza Ventura

 

Veja Mais

Empresas e profissionais ignoram os benefícios da acessibilidade digital

Nesta quinta-feira, 16 de maio, é celebrado o Dia Mundial da Conscientização sobre Acessibilidade. O #blogVencerLimites conversou com executivos, arquitetos, designers, especialistas em tecnologia assistiva e na experiência dos usuários com deficiência na web para fazer um desenho do cenário atual. Apesar de fundamental para garantir autonomia a pessoas com deficiência na internet, a acessibilidade digital ainda é desconhecida e pouco priorizada, o que gera uma exclusão tão cruel quanto a falta de acessibilidade no mundo físico.

 

Luiz Alexandre Souza Ventura

 

Veja Mais

Bengala para cegos

Você sabia que existem três tipos de bengalas para pessoas com deficiência visual? São definidas por cores:

Bengala branca: Utilizada por pessoas cegas;

Bengala verde: Identifica as pessoas com baixa visão;

Bengala branca e vermelha: Identifica pessoas surdocegas;

Segurança, autoconfiança, autonomia e independência são naturalmente proporcionadas para as pessoas com deficiência visual, por meio da bengala. Instrumento básico de locomoção e de extrema importância na garantia, principalmente no direito de ir e vir.

 

Mais um projeto aprovado no Senado!

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) aprovou ontem o PL 1.252/2019, de minha autoria, que reforça o direito à concessão de Passe Livre para que a pessoa com deficiência de baixa renda possa utilizar o transporte transporte coletivo terrestre, aquaviário e aéreo.

O texto foi relatado pelo senador Romário Faria, que estabeleceu em seu relatório, que as vagas concedidas deverão ser reservadas em um prazo de até 48h antes da partida do veículo. Caso não sejam ocupados os assentos são liberados para a venda normalmente.

Vale lembrar que hoje a Lei do Passe Livre já garante a gratuidade às pessoas com deficiência comprovadamente carentes e a seu acompanhante. No entanto, sua regulamentação é feita através de decreto e disciplinada por portarias do Ministério dos Transportes (atual Ministério da Infraestrutura).

A ideia do projeto é incluir os principais parâmetros dessa gratuidade no texto da própria lei. Dessa forma, as empresas não poderão mais, por meio de brechas legais, se isentar de fornecer as passagens gratuitas a quem tem o direito. Ou seja, trata-se de um benefício que não acarreta custos ao Estado.

O projeto segue agora para a Comissão de Assuntos Econômicos.

 

Veja Mais

Parceria Biomob e Instituto Nissan

Em dezembro de 2018 o Instituto Nissan concluiu um processo seletivo para patrocinar projetos de cunho social em 2019, abrangendo 4 temas: Educação Profissionalizante, Tecnologia e Inovação, Meio Ambiente e Mobilidade. A Biomob foi a única selecionada no tema Mobilidade, apresentando a continuação da campanha “Brasil Acessível”, que foi desenvolvida em 2018. Essa renovação garante não só a continuidade da campanha, mas também propicia meios de inovação e melhoria no desempenho tecnológico dos aplicativos Biomob.